Cabeçalho

Portal da Transparência

As demonstrações contábeis foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, tomando por base a interpretação técnica geral para entidades sem fins de lucros – ITG2002, através da resolução CFC nº 1.409/2012.

As demonstrações contábeis do exercício encerrado estão sendo apresentadas para fins comparativos do exercício anterior.

Segregação das Contas:

  1. Recursos Livres: agrupam nestas contas movimentações sem restrições, os recursos próprios da entidade;
  2. Recursos com Restrições: Agrupam nestas contas os recursos das parcerias por meio de subvenção, convênios e outras que restrinjam a aplicação dos recursos através do plano de trabalho previamente acordado.

O superávit ou déficit está incorporado ao patrimônio social em conformidade com as exigências legais da resolução CFC nº. 1409/12, que aprovou a NBC ITG2002, em especial o item 16, com interpretação que o superávit ou déficit do exercício deve ser registrado na conta patrimônio social. O superávit ou parte de que tenha restrições para aplicação, está segregada em conta especifica do patrimônio social.

Das Demonstrações Contábeis: